domingo, 22 de maio de 2011 | By: Blog Deus Conhecido

A Páscoa de Jesus e a Ascenção do Homem - Parte 6


(Jesus a J.N.S.R. em 03 de Abril de 2009)

Nota: Mais uma vez é interessante reparar nessa Mensagem como a Voz do Profeta (J.N.S.R.) se mistura à voz de Jesus ao ponto de ora Jesus falar, ora o Profeta responder. Essa proximidade ao invés de ser confusa serve para vermos a união entre Jesus e a sua criatura.

JESUS:
A Santa Liberdade, que Nosso Pai dos Céus ofereceu a cada homem, para percorrer o mundo até ao seu regresso a DEUS, foi mal usada. O homem traiu DEUS, extraviando-se. E eis que o Tempo, que lhe era atribuído, vai chegar ao seu fim bem depressa.

A malícia de Satanás serviu-se deste mesmo Tempo, para lançar as suas redes aos homens, atraídos pela Tentação do Maligno; os homens lançaram-se em todos esses pecados que, agora, fazem barragem à Luz de DEUS.

E eles mesmos ergueram um muro entre DEUS e os homens pecadores. Para ser lavados de todos esses pecados, para que esse muro caia depressa, para que o Tempo de DEUS chegue, é necessária uma grande Purificação.

O próprio DEUS abre o Coração Imaculado de Maria

que jamais conheceu o pecado.

Como na Santa Missa,

Nossa Senhora é o Santo Graal

da última Missa na terra,

tal como Ela Mesma o foi para a primeira Missa.

Maria possui o Sangue precioso do PERDÃO e da PAZ.

Maria é o Santo Cálice, que contém o Sangue precioso:

o Preciosíssimo Sangue de Cristo.

É o Mesmo Sangue divino que Ela deu a Jesus...

Como não deveria Ela ser Divina?

Maria é o DOM precioso de DEUS, o último auxílio dos pecadores.

“Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós”.

Nestes Tempos em que o pecado superabunda,

a Santa Graça de DEUS, que passa por Maria,

abunda em todos os pecadores,

que A chamarão, com a confiança no Seu grande Amor materno.

“Ó Maria, SANTO GRAAL

do Precioso Sangue de Cristo,

sede nosso Auxílio”.

“Ó Maria concebida sem pecado,

rogai por nós que recorremos a Vós”.

O Nosso Santo Padre João Paulo II salvou-nos a todos do Armagedon ao “consagrar, e citando de modo muito especial todos os povos da Rússia , ao Seu Coração Imaculado” (com todos os bispos), porque conhecia o Segredo do SANTO GRAAL e a graça que ele poderia conceder...

Eliminem os seus pecados, e verão a sua Nova Terra, que está já próxima.

Quando Nosso Senhor Jesus me tinha dito:

“Vocês têm, cada um em vocês mesmos, a data de Meu Regresso Glorioso à sua Terra”,

eu compreendi hoje que esta data é aquela em que todos os filhos de DEUS, todos os nossos irmãos, terão eliminado, rejeitado para sempre, todos os seus pecados... até ao último pecado.

E para apressar este Dia, Jesus chama em nosso auxílio a Sua Santa Mãe... porque


o Dia do Seu Regresso corresponde também

Ao Tempo de DEUS e à VIDA na Nova Terra,

Assim como ao FIM do Tempo dos homens pecadores.

Seria necessário que a Humanidade esperasse pelo Regresso do

Salvador Universal, Jesus Cristo,

num tempo contínuo de VERDADEIRA QUARESMA,

de eliminação de TODOS OS SEUS PECADOS,

de afastamento de TODA A TENTAÇÃO.

Para subir até à quinta dimensão, para ver DEUS descer com a Jerusalém Celeste, é necessário passar por este estado de Purificação; deste modo, todo o Olho verá DEUS.

A Humanidade vive ainda na terceira dimensão e apronta-se a subir para a quarta, que é o trampolim antes da Quinta. Tendo-os os pecados impedido, será infelizmente impossível, a alguns seres humanos, chegar a esta dimensão superior...

Eu a chamei, J.N.S.R., porque você é escolhida para anunciar o Meu Regresso em Glória.

Jesus Nosso Senhor Regressai.

Neste Dia, as bandeiras se erguerão como os ramos de oliveira se erguem para festejar

A PÁSCOA DO SENHOR (1).

Será esta a Santa Ressurreição de toda a Humanidade. Amen. +

A Santa Vinda em Glória de Jesus,

O Regresso do Homem a DEUS.



(1) Eis como o próprio Jesus nos revela aqui a importância e missão da Bandeira dos Sagrados Corações e da Cruz de Amor como protecção e meio de identificação com Jesus que Regressa em Glória, identificando-a com as palmas ou ramos de oliveira de Domingo de Ramos (n.d.t.).